sicnot

Perfil

País

Paulo Portas diz que o Governo deve um grande obrigado a Portugal

Entrevista na Íntegra

Paulo Portas diz que o Governo deve um grande obrigado a Portugal

Paulo Portas promete que nos próximos quatro anos não se vai ouvir falar de troika e refere que a próxima legislatura tem de ser mais social. O vice-primeiro-ministro, em entrevista exclusiva à SIC, disse ainda que o Governo deve um enorme obrigado ao País. Portas responsabilizou o Partido Socialista pelo desemprego, argumentando que foi o partido que "trouxe o resgate, o memorando e a recessão a Portugal", e considerou que a criação de postos de trabalho está numa tendência "mais positiva". Paulo Portas garante ter confiança em Pedro Passos Coelho e admite pagar o preço por ter voltado atrás numa decisão irrevogável. Revela ainda ter uma relação bem-disposta com Maria Luís Albuquerque. Questionado sobre a disponibilidade do CDS para um eventual governo com o PS, Portas diz que há obstáculos a separar entendimentos. Um deles é a posição do partido sobre a crise grega.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.