sicnot

Perfil

País

"Presidir ao Parlamento foi a maior honra da minha vida"

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, despediu-se esta quarta-feira dos deputados, na última reunião plenária desta legislatura, afirmando que presidir ao Parlamento foi a maior honra da sua vida.

A antiga juíza do Tribunal Constitucional considerou que os últimos quatro anos foram um período "intenso" e agradeceu aos deputados e funcionários do parlamento "a colaboração, a confiança e o carinho" que lhe deram. (Arquivo)

A antiga juíza do Tribunal Constitucional considerou que os últimos quatro anos foram um período "intenso" e agradeceu aos deputados e funcionários do parlamento "a colaboração, a confiança e o carinho" que lhe deram. (Arquivo)

Lusa

"Presidir ao parlamento foi a maior honra da minha vida", afirmou Assunção Esteves, no final de uma maratona de votações que durou mais de quatro horas, e que encerrou os trabalhos da atual legislatura.

A social-democrata, que foi a primeira mulher a exercer as funções de presidente da Assembleia da República, recebeu aplausos de pé dos deputados da maioria PSD/CDS-PP, de quase todos os deputados do PS e de alguns da restante oposição.

A antiga juíza do Tribunal Constitucional considerou que os últimos quatro anos foram um período "intenso" e agradeceu aos deputados e funcionários do parlamento "a colaboração, a confiança e o carinho" que lhe deram.

"Devemos estar orgulhosos do nosso protagonismo", considerou.

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.