sicnot

Perfil

País

GNR regista 6 crimes por mês contra animais

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), registou uma média de quase seis crimes contra animais por mês, no período entre outubro de 2014 e junho de 2015.

Lee Jin-man

Em comunicado, a GNR anuncia que nesses nove meses recebeu 2.239 denúncias de maus tratos a animais, o que representa uma média de quase 248 denúncias por mês e cerca de oito por dia.

Já crimes contra animais foram 50, enquanto autos de contraordenação houve 2.240 no mesmo período.

Em matéria de denúncias, o mês com mais registos foi janeiro de 2015, com 301, logo seguido de maio de 2015, com 298 e junho de 2015, com 279.

Já por distrito, Lisboa destaca-se com 462, muito distanciada de Setúbal, com 292, ou o Porto com 214.

A GNR aproveita para lembrar que tem disponível, 24 horas por dia, e com cobertura em todo o território nacional, a linha "SOS Ambiente e Território", através do número azul 808 200 520 ou da página http://goo.gl/1zRBfA, onde os cidadãos têm a possibilidade de denunciar situações que possam violar a Legislação Ambiental e/ou Animal.

Lusa

  • Alegados maus-tratos contra animais no canil de Seia
    3:15

    País

    O canil municipal de Seia está a ser acusado nas redes sociais de alegados maus-tratos contra os animais. Fotografias e vídeos têm causado indignação. A Câmara de Seia que gere o espaço defende que as imagens são manipuladas e mostradas fora de contexto.

  • PSP recebeu 54 denúncias de maus-tratos a animais no primeiro semestre
    1:45

    País

    No primeiro semestre deste ano, a Polícia de Segurança Pública recebeu 54 denuncias de maus tratos a animais. O crime, em vigor desde o ano passado, levou a PSP a criar uma campanha com um endereço eletrónico - defesaanimal@psp.pt - e um número de telefone para onde podem ser feitas, a partir de hoje, as queixas.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras