sicnot

Perfil

País

IKEA não vai retirar do mercado móveis da gama Malm

A empresa sueca IKEA esclareceu hoje que os móveis da gama Malm não estão a ser retirados do mercado, ao contrário do que tem sido noticiado, explicando que em causa está uma campanha de sensibilização a decorrer nos Estados Unidos.

IKEA

Maria João Franco, responsável do departamento de comunicação da empresa IKEA Portugal, reagia assim a notícias sobre a retirada dos móveis da gama 'Malm' na sequência da morte de duas crianças, nos EUA, afirmando que esta foi confundida com uma ação de sensibilização de segurança levada a cabo pela empresa nos Estados Unidos, que vai oferecer aos consumidores norte-americanos um 'kit' para fixar os móveis na parede.

A representante afirmou, ainda, que a IKEA recomenda que todos os móveis devem ser fixos à parede - "o que não acontece nos Estados Unidos" - e que até a própria transportadora que trabalha com a marca o faz, quando realiza serviços de entrega e montagem ao domicílio.

Maria João Franco lembrou também que, em Portugal, estes 'kits' estão disponíveis gratuitamente nas lojas.

A ação de sensibilização norte-americana foi criada em parceria com a Comissão de Segurança dos Produtos de Consumo (CPSC), que referiu hoje à agência francesa de notícias que estes 'kits' são aplicáveis em alguns móveis - entre cómodas e roupeiros - da gama 'Malm', ação que abrange, de momento, cerca de 27 milhões de produtos já vendidos.

A CPSC acrescentou ainda que a empresa IKEA recebeu queixas relativamente à morte de duas crianças com cerca de dois anos de idade, em 2014, provocada pela queda de cómodas suecas que não estavam presas à parede.

"Os consumidores não devem usar as cómodas e roupeiros infantis e para adultos do Ikea com altura superior a 60 e 75 centímetros, respetivamente, a não ser que estejam fixados a uma parede", recomendou a CPSC.

Lusa

  • Partidos vão apresentar propostas alternativas à descida da TSU
    2:52

    TSU

    O Presidente da República defende a redução da Taxa Social Única mas deixa a porta aberta a outra via para compensar o aumento do salário mínimo. PCP e Bloco de Esquerda insistem que não pode haver contrapartidas que estimulem os salários baixos mas admitem outras formas de aliviar as empresas. À direita, também o CDS irá apresentar propostas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.