sicnot

Perfil

País

Polícia deteve suspeito de matar mulher a tiro em Ermesinde

A polícia já deteve o homem que matou a tiro a companheira e baleou o filho de ambos, na noite passada em Ermesinde. A criança, de 6 anos, está internada em estado crítico no Hospital de São João no Porto.

O homicídio aconteceu cerca das 21:00. A mulher foi abordada quando chegava a casa com o filho.

Foram os vizinhos que deram o alerta, mas o agressor já tinha fugido.

Foi detido, às 4 da manhã, pela Divisão de Investigação Criminal da PSP, em S. Mamede de Infesta.

Na altura da detenção, estava sozinho num carro e não ofereceu resistência. Foi entregue, entretanto, à Polícia Judiciária do Porto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.

  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.