sicnot

Perfil

País

Suspeito de autoria de incêndio florestal em Elvas fica em prisão preventiva

O tribunal de Elvas decretou hoje a prisão preventiva do homem suspeito de autoria de um incêndio florestal, que ocorreu na quarta-feira, no concelho de Elvas, disse à agência Lusa fonte da GNR.

SIC

Segundo a mesma fonte, o homem de 51 anos, detido na quinta-feira, foi hoje submetido a primeiro interrogatório judicial na Instância Local de Elvas da Comarca de Portalegre, que lhe decretou a medida de coação mais grave, ficando a aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Elvas.

Segundo a Polícia Judiciária (PJ), que deteve o suspeito, o incêndio foi ateado num terreno ocupado por sobreiros, azinheiras e oliveiras que se situa relativamente próximo do perímetro urbano da cidade.

O fogo, refere um comunicado da PJ, "atingiu grande intensidade e terá sido posto na vegetação rasteira existente no local do crime, com recurso a chama direta, tendo provocado a destruição de cerca de dez hectares de coberto vegetal, incluindo danos por carbonização nas árvores ali existentes".

No âmbito das diligências realizadas, segundo a PJ, foi ainda possível recolher elementos que apontam para que "o detido possa ser o autor de pelo menos mais quatro incêndios florestais na mesma zona, situações que irão agora ser investigadas de forma mais aprofundada".

A PJ indica ainda que o detido, que tem "hábitos de alcoolismo, terá agido por razões fúteis".

Segundo fonte da GNR, a detenção do homem resultou de uma investigação, que durava há algum tempo da Polícia Judiciária com o apoio do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, pelo facto de já se terem registado há alguns dias, focos de incêndio naquela zona.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, já se registaram vários fogos este ano no mesmo local.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • Bispo vermelho

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.