sicnot

Perfil

País

Jardim encontrou-se com Passos Coelho e Albuquerque no Chão da Lagoa

O ex-líder do PSD/Madeira, Alberto João Jardim, marcou hoje presença na festa do partido no chão da Lagoa onde se encontrou com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e o atual presidente do governo madeirense.

Lusa

"A minha vinda não tem qualquer intuito político, foi a hora que pude vir. Portanto, não podia deixar de faltar à festa que eu fundei e do partido que eu ajudei a fundar", declarou o ex-líder social-democrata depois de se encontrar com Passos Coelho e Miguel Albuquerque na barraca da freguesia de Santa Luzia (Funchal), na qual reside.

O ex-líder do PSD/M, que chegou ao recinto depois das intervenções políticas, salientou que "ainda chegou a tempo de conversar" com o primeiro-ministro e com o atual presidente do partido na região, recusando revelar o teor da conversa que mantiveram.

"Não é o Chão da Lagoa que não é nada sem Alberto João jardim, é o Alberto João Jardim que não é nada sem vir ao Chão da Lagoa", afirmou.

Jardim disse ainda aos jornalistas que "vai estar sempre" com o partido que ajudou a fundar, sublinhando que esta é "a festa anual da autonomia" da Madeira.

O ex-presidente escusou-se também falar sobre o facto de a sua presença poder evidenciar o apoio a Pedro Passos Coelho, respondendo: "Essa é outra conversa que não é para aqui, que hoje é dia de festa".

Instado a falar se este era o momento e o local ideal para promover a sua candidatura à Presidência da República, Alberto João Jardim afirmou que "não é fácil ser candidato presidencial num país em que todos protestam, mas depois tudo tem 'cagaço' de sair da mesma".

Jardim continuou depois a conviver com os populares e a visitar as barracas que representam as 54 freguesias da Região Autónoma Madeira.

Esta é a XXXII Festa do PSD/Madeira no Chão da Lagoa, uma iniciativa da qual Jardim foi o mentor e sempre aproveitou o palco para mandar farpas aos Governos da República.

Lusa

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19