sicnot

Perfil

País

Passos Coelho responsabiliza PS pela crise

Passos Coelho responsabiliza PS pela crise

Pedro Passos Coelho foi, pela primeira vez, à festa do Chão da Lagoa, na Madeira, falar sobre política nacional. O social-democrata responsabilizou os socialistas pela crise e pediu aos eleitores que mostrem à oposição que não é precisa para governar. Alberto João Jardim diz que Passos nunca tinha ido à festa do PSD Madeira, porque nunca o convidou.

  • Palavras de Passos Coelho incentivam à abstenção
    0:32

    País

    A porta-voz do Bloco de Esquerda diz que tanto o primeiro-ministro como o Presidente da República têm incentivado à abstenção. Em resposta às declarações de Pedro Passos Coelho, esta tarde no Chão da Lagoa, Catarina Martins sublinhou que a democracia não é tutelada e ninguém é dono dos votos.

  • Albuquerque diz que não faz sentido entregar governo ao PS
    0:42

    País

    Miguel Albuquerque diz que devolver o governo do país ao PS é o mesmo que "entregar a guarda de uma casa a um incendiário". A comparação foi feita pelo líder do PSD Madeira no Chão da Lagoa, onde elogiou o trabalho de Passos Coelho enquanto primeiro-ministro.

  • Passos diz que oposição é precisa mas não para governar
    1:13

    País

    Pedro Passos Coelho considera que nas próximas legislativas os portugueses têm de dizer à oposição que ela é precisa mas não para governar. Declarações do presidente do PSD na festa dos sociais democratas no Chão da Lagoa. "Agora que Portugal pode sonhar mais, até a oposição se entusiasma com o futuro", disse Passos, que participa pela primeira vez na celebração anual do PSD Madeira.

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha. Todas as vítimas são de nacionalidade espanhola.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.