sicnot

Perfil

País

Fenprof acusa tutela de não dar resposta a problemas graves do 1.º ciclo

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) acusou hoje o Ministério da Educação e Ciência de não dar respostas aos "graves problemas" do 1.º ciclo, como "o excessivo número de horas" que as crianças passam nas escolas ou a pluridocência.

(Arquivo Reuters)

"Os professores e os sindicatos representados pela Fenprof estão muito preocupados com o que está a acontecer no 1.º ciclo e o Ministério da Educação não subscreve as nossas preocupações, refugiando-se muitas vezes na autonomia das escolas", criticou o dirigente da Fenprof, Manuel Micaelo, que hoje se reuniu com o secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Fernando Egídio Reis.

Em causa para a federação sindical estão questões como o horário dos alunos, e também o dos professores, o aumento da carga letiva para os alunos com a introdução do inglês obrigatório no 3.º ano de escolaridade já a partir de 2015-2016 e a pluridocência num ciclo de ensino onde a regra é a monodocência, ou seja, onde um professor lecionada todas as matérias do 1.º ciclo.

A Fenprof referiu que, no caso da lecionação da disciplina de inglês no 1.º ciclo, a tutela não esclareceu hoje como vai ser resolvido o insuficiente número de professores colocados no novo grupo de recrutamento para dar aulas nesta disciplina, o grupo 120.

Das 1.471 vagas preenchidas no concurso externo (de vinculação, e no qual se fixaram este ano pela 1.ª vez professores ao grupo de inglês do 1.º ciclo) 37 dizem respeito a esse grupo de recrutamento, com os professores a entrarem em funções já em setembro, quando arranca o ensino de inglês para o 3.º ano de escolaridade.

Para este grupo de recrutamento, para o qual o MEC criou 93 vagas, 56 vagas de vinculação ficaram por preencher.

As 37 vagas ocupadas não serão suficientes para dar resposta às necessidades do inglês do 1.º ciclo, cabendo aos diretores escolares lançar nos concursos que se seguem os horários sem docentes colocados e para os quais os professores poderão ainda concorrer.

Lusa

  • Funcionários públicos hoje em greve
    1:37

    Economia

    Os funcionários públicos estão hoje em greve. A paralisação pode fechar algumas escolas, centros de saúde e outros serviços públicos. O fim da precariedade e o reforço de pessoal são duas das reivindicações do protesto.

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12

    Quadratura do Círculo

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • Nove distritos sob aviso amarelo devido à chuva

    País

    Nove distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e de granizo, acompanhados de trovoada e rajadas fortes, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Bragança, Viseu, Porto, Vila Real, Guarda, Viana do Castelo, Castelo Branco, Coimbra e Braga são os distritos sob aviso o amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.