sicnot

Perfil

País

Incêndio em Chaves mobiliza mais de 100 homens e quatro meios áreos

Cerca de cem homens, 24 viaturas e quatro meios aéreos estão a combater um incêndio em Vilela Seca, Chaves, que está a queimar uma zona de mato e pinhal, disse fonte da Proteção Civil de Vila Real.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

O alerta para o fogo foi dado por volta das 14:40 e, para o local, foram mobilizados dois meios aéreos pesados e dois ligeiros.

O comandante distrital de operações de socorro de Vila Real, Álvaro Ribeiro, disse à agência Lusa que as chamas evoluíram rapidamente porque apanharam uma zona de "matos finos" e foram ainda empurradas pelo vento forte que se faz sentir.

O responsável referiu que o combate a este fogo vai ser reforçado com um grupo de mais 26 elementos que estão a chegar a Chaves.

No distrito de Vila Real, há ainda um outro incêndio a preocupar as autoridades, que está a queimar zona de mato em Fiães, concelho de Valpaços.

Este fogo deflagrou por volta das 16:00 e, no local, estão 24 operacionais, que contam com o apoio de cinco viaturas e um meio aéreo.

De acordo com a página da internet da Proteção Civil, no distrito de Vila Real foram contabilizados 15 ocorrências no dia de hoje, que mobilizaram 379 operacionais, 88 viaturas e 12 meios aéreos.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.