sicnot

Perfil

País

Fogo na zona do Alqueva dominado

O incêndio na freguesia do Alqueva, Portel, já se encontra dominado, mas vai seguir para o local um helicóptero para ajudar no trabalho de consolidação, disse à Lusa o segundo comandante do CDOS de Évora.

"Está tudo praticamente resolvido, mas os homens vão ficar no local e o meio aéreo vem agora durante a manhã, mas não é preciso mais reforços. Só o helicóptero vai chegar. Só se as condições se agravarem bastante o que não esperamos que aconteça", avançou à Lusa, José Soldado, segundo comandante distrital dos bombeiros de Évora.

O operacional explicou que, pelas 07:15, "as condições meteorológicas estão boas, não havendo vento", sublinhando, no entanto, que a área ardida "é muito grande" e é necessário "consolidar tudo isto e fazer o rescaldo, que é enorme".

"Está aqui trabalho para todo o dia", frisou.

Questionado sobre a área total ardida, José Soldado sublinhou tratar-se de "uma área muito grande", podendo ser "para lá de mil hectares", adiantando "não estar nada confirmado e medido ainda".

O fogo deflagrou pelas 15:17 de segunda-feira e chegou a ter três frentes ativas, consumindo áreas de mato, eucaliptal, montado e pasto na Serra do Meio, freguesia de Alqueva, no concelho de Portel, distrito de Évora.

No local encontram-se ainda os 232 operacionais que estiveram a combater o incêndio nas últimas horas, apoiados por 68 veículos, e que vão permanecer no 'teatro das operações'.

José Soldado sublinhou ainda que durante o combate ao fogo "não houve nenhum acidente" e que o incêndio "não colocou casas em risco", estimando a sua total resolução durante o período da manhã.

Lusa

  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Defesa de Sócrates diz que junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal
    0:50

    Operação Marquês

    A defesa de José Sócrates diz que a junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal. A aplicação de 900 milhões de euros da PT no BES foi anexada ao processo, por suspeita de luvas pagas por Ricardo Salgado a Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, também arguidos. A defesa do antigo primeiro-ministro já contestou a decisão. Diz que é uma forma de confundir o processo para ocultar, mais uma vez, a falta de provas contra Sócrates.

  • Família Portugal Ramos
    15:01