sicnot

Perfil

País

Heliporto da Polícia Judiciária ainda não viu aterrar uma única aeronave

Quase um ano e meio depois da inauguração, o heliporto da Policia Judiciária ainda não viu aterrar uma única aeronave.

A infraestrura, no topo do novo edício da Rua Gomes Freire em lisboa, terá custado mais de 200 mil euros.

Foi apresentado como um meio necessário para operações de combate ao tráfico e ao terrorismo e ainda para ser usado em situações de catástrofe.

O heliporto ainda não está certificado pela autoridade nacional da aviação civil, mas o ministério da Justiça garante que nada impede de ser usado a qualquer momento.

Por agora, continua a ser apenas um belo miradouro para a capital.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.