sicnot

Perfil

País

Jovem morre no rio depois de noite num bar nas Docas em Lisboa

Um jovem morreu esta madrugada depois de sair de um bar na zona das Docas de Santos, em Lisboa, e cair ao rio, revelou hoje a Polícia Marítima, que está a investigar o caso.

A Polícia Marítima realizou buscas durante vários dias, por mar e por terra. (Arquivo)

A Polícia Marítima realizou buscas durante vários dias, por mar e por terra. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Por volta das 05:40 da manhã, o vigilante das docas alertou a Polícia Marítima (PM) da Capitania do Porto de Lisboa para o desaparecimento de um homem que tinha caído no Tejo depois de ter estado com um grupo de amigos num bar, disse à Lusa fonte daquela polícia.

O jovem, de 22 anos, foi resgatado por um amigo e "esteve a receber manobras de reanimação pelo INEM, que o transportou até ao Hospital Francisco Xavier, onde veio a ser declarado cadáver", acrescentou a PM.

Neste momento, a Polícia Marítima está a investigar o caso, mas "tudo indica que terá sido um acidente".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.