sicnot

Perfil

País

Homem de 54 anos morre em despiste perto de Alcáçovas

Um homem, de 54 anos, morreu hoje devido ao despiste de uma viatura ligeira de passageiros na Estrada Nacional (EN) 257, na zona de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo (Évora), informaram os bombeiros.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora referiu à agência Lusa que o alerta para o acidente rodoviário foi dado aos bombeiros às 10:18.

O óbito foi confirmado no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), mobilizada para socorrer o sinistro.

Contactado também pela Lusa, o Comando Territorial de Évora da GNR explicou ter-se tratado de "um despiste, seguido de choque frontal com uma árvore", acrescentando que as causas do acidente vão "ser averiguadas" pelo Núcleo de Investigação de Acidentes de Viação da Guarda.

O corpo da vítima foi transportado para os serviços de Medicina Legal do HESE.

Para o local do sinistro foram mobilizados, além da VMER, cinco operacionais dos bombeiros de Viana do Alentejo, apoiados por duas viaturas, e meios da GNR.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.