sicnot

Perfil

País

Fogo em Ourém já foi "dominado" pelos bombeiros

Um incêndio que deflagrou hoje numa zona de pinhal no concelho de Ourém, e que chegou a ameaçar três aldeias, foi dominado pelos bombeiros às 20:15, de acordo com a Proteção Civil de Santarém.

(Arquivo)

(Arquivo)

PAULO CUNHA

Em declarações à agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém disse que o fogo, que deflagrou às 14:39 e mantinha duas frentes ativas às 19:00, foi considerado "dominado" às 20:15.

Segundo a mesma fonte, os bombeiros "vão ter ainda muito trabalho pela frente", no âmbito das operações de "consolidação dos trabalhos e vigilância a possíveis reacendimentos", e que se vão estender pela noite de hoje e pelo dia de quarta-feira.

O presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, afirmou que o fogo "chegou a ser assustador", mas realçou o facto de não haver danos pessoais nem em habitações.

"O vento forte e as projeções das chamas" foram as principais dificuldades sentidas no terreno relativamente a um incêndio que esteve a ser combatido por 243 operacionais, 77 meios terrestres e seis meios aéreos, de acordo com a Proteção Civil de Santarém.

"A Proteção Civil destaca na sua página os incêndios florestais com mais de duas horas ou mais de 10 veículos operacionais ou ainda que envolvam três ou mais meios aéreos pesados".

Lusa

  • Fogo em Ourém ameaça três aldeias

    País

    Um incêndio que deflagrou hoje numa zona de pinhal no concelho de Ourém ameaçava, cerca das 19:00, três aldeias e estava a ser combatido por 243 operacionais e seis meios aéreos, de acordo com a Proteção Civil de Santarém.

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01