sicnot

Perfil

País

Proteção Civil alerta para níveis elevado e muito elevado de risco de incêndio

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou hoje para o risco de incêndio florestal em níveis "elevado" e "muito elevado", nos próximos dias, devido às previsões do tempo seco e vento moderado.

Em comunicado, a ANPC refere que "o risco de incêndio vai manter-se na generalidade do território, em níveis elevado e muito elevado".

Citando o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPAM), a Proteção Civil indica que, para os próximos dias, está previsto uma subida gradual da temperatura, com máximas no interior a rondar os 40 graus, no sábado, e mínimas acima dos 20 graus.

O IPMA prevê também que o vento seja moderado, devendo aumentar de intensidade no norte litoral e nas terras altas na sexta-feira, e a humidade vai manter-se inferior aos 20 por cento no interior e com tendência para agravar nos próximos dias.

Nesse sentido, a ANPC emitiu um aviso à população devido à previsão de tempo seco e vento moderado, com a permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais.

No comunicado, a ANPC recorda que não é permitido, em todos os espaços florestais, realizar queimadas, fazer fogueiras, queimar matos cortados e amontoados, lançar foguetes ou balões e fumar ou fazer lume.

"Se efetuar trabalhos agrícolas e florestais, mantenha as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras, abasteça as máquinas a frio, em local com pouca vegetação, e tenha cuidado com possibilidade de ocorrência de faíscas, durante a sua utilização", alerta igualmente a ANPC.

A Proteção Civil recomenda ainda à população para que adeque os comportamentos e atitudes, face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias.

Tendo em conta a presente situação meteorológica, a ANPC aconselha os grupos populacionais mais vulneráveis, como idosos e crianças, sem-abrigo e doentes do foro cardiorrespiratório, a tomarem as medidas de autoproteção devido ao calor.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.