sicnot

Perfil

País

Aumenta para 230 número de operacionais em fogo em Alcobaça

O número de operacionais a combater o incêndio em Pataias, Alcobaça, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde desta sexta-feira, aumentou para 230, segundo informação da Autoridade Nacional de Proteção Civil divulgada às 17:45.

O incêndio obrigou à retirada de cerca de 100 utentes de um lar e centro de atividades de tempos livres. (Arquivo)

O incêndio obrigou à retirada de cerca de 100 utentes de um lar e centro de atividades de tempos livres. (Arquivo)

De acordo com o sítio na Internet desta entidade, no combate ao fogo, que começou às 14:18, estão também 63 meios terrestres e quatro meios aéreos.

O incêndio obrigou à retirada de cerca de 100 utentes de um lar e centro de atividades de tempos livres de Pataias, devido à proximidade das chamas, adiantou à agência Lusa o presidente da Junta de Freguesia, Valter Ribeiro, notando, contudo, não ter havido "nunca pessoas em perigo".

Valter Ribeiro acrescentou, às 18:25, que "o fogo está na direção de Pataias" e que, por enquanto, "os bombeiros têm conseguido salvar as casas", mas existe "muito vento", o que dificulta o trabalho dos operacionais.

O segundo comandante operacional distrital de operações de socorro, Luís Lopes, acrescentou que "o incêndio progride com grande intensidade devido ao vento forte".

"Para já, não há habitações em perigo, mas o fogo progride para junto de casas onde estão a ser posicionados meios", declarou, referindo que são esperados mais meios no local.

O presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, disse que, "apesar de as chamas estarem a aproximar-se das casas", os bombeiros "estão a conseguir controlar a situação".

Lusa

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.