sicnot

Perfil

País

Lar e centro de tempos livres evacuado em Pataias, Alcobaça, devido a incêndio

​Cerca de 100 utentes de um lar e ATL em Pataias, Alcobaça, estão a ser retirados do edifício devido à proximidade das chamas que lavram desde as 14:18 e que estão a ser combatidas por 166 operacionais.

Pataias, Alcobaça

Pataias, Alcobaça

Google Maps

O presidente da Junta de Freguesia de Pataias, Valter Ribeiro, disse à Lusa que "estão a ser retirados 36 utentes do lar e cerca de 30 utentes do centro de dia e as crianças dos tempos livres [ATL], mas não houve nunca pessoas em perigo".

Os utentes da Associação de Bem estar e Tempos Livres foram retirados do edifício devido à proximidade das chamas, combatidas com o apoio de 44 veículos e três meios aéreos, segundo os dados disponibilizados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil.

De acordo com o presidente da junta de freguesia, "as chamas estão também muito perto do edifício das piscinas", mas estas "fecham em agosto e, portanto, a situação está controlada".

O segundo comandante operacional distrital de operações de socorro, Luís Lopes, indicou que a principal dificuldade no combate às chamas, que progridem numa zona de pinhal, se prende com "a intensidade do vento".

Devido ao incêndio está cortada a estrada que liga Pataias a Martingança, por onde circulam apenas veículos de emergência.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31