sicnot

Perfil

País

Quase 3500 operacionais combateram 153 incêndios até às 18:45 de hoje

Um total de 3.459 operacionais estiveram envolvidos até às 18:45 no combate a 153 incêndios, esta sexta-feira em Portugal continental, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Lusa

No combate aos 153 incêndios, refere a Proteção Civil na sua página na Internet, estiveram também envolvidos 863 meios terrestres e foram usados por 77 vezes meios aéreos.

Das 153 ocorrências, oito continuam em curso, nomeadamente nos concelhos de Terras do Bouro, Alcobaça, Covilhã (dois), Rio Maior, Tomar, Alcoutim, Santarém e Faro.

Apesar dos 153 incêndios, a Proteção Civil só destaca na sua página na Internet ocorrências com mais de três horas desde o seu início e com mais de 15 operacionais, estando às 19:15 três em destque.

Das restantes 147 ocorrências, 96 estão dadas como encerradas (quando termina a presença de meios no local do incêndio), 33 estão em conclusão (incêndio extinto, com pequenos fogos de combustão), três em vigilância (meios no local para atuar em caso de necessidade), 10 em resolução (incêndio sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido) e quatro em alerta (meios em trânsito para o local do fogo) e um em chegada ao teatro de operações.

Às 18:48, a Proteção Civil tinha como destaques três incêndios, nomeadamente nos concelhos de Terras do Bouro, Alcobaça e Covilhã.

Segundo a Proteção Civil, das 126 ocorrências registadas até às 18:45, o maior número ocorreu no distrito do Porto com 42 incêndios.

Lisboa, com 18, e Aveiro, com 14, foram os outros dois distritos onde se registaram maior número de incêndios.

Em quarto lugar, com 12 incêndios, aparece o distrito de Santarém.

Portalegre foi, até às 18:45, o distrito onde apenas foi registada uma ocorrência.

No mês de julho, segundo as estatísticas da Proteção Civil divulgadas na sua página na Internet, foram registados 4056 incêndios.

Desde 1 de agosto e até quinta-feira, foram registados em Portugal continental 867 incêndios.

Os dias 4 e 5 de abril continuam a ser os dias, desde o início do ano, em que foram registados mais incêndios, com 243 e 206, respetivamente.

Lusa

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC