sicnot

Perfil

País

Chamas em Miranda do Corvo avançam para Lousã e Poiares

O incêndio que deflagrou este domingo, na zona de Semide, concelho de Miranda do Corvo, avança nos concelhos da Lousã e Vila Nova de Poiares, mas poderá ser dominado "nas próximas horas", disse o presidente da Câmara da Lousã.

Arquivo

Arquivo

Lusa

O fogo, que deflagrou pelas 16:19, em povoamento florestal, perto de Vale de Colmeias, na freguesia de Semide, concelho de Miranda do Corvo, ameaçou algumas casas e atingiu arrecadações e anexos de habitações deste município do distrito de Coimbra, avançando, depois para o concelho da Lousã.

Duas das três frentes do incêndio estão a lavrar no concelho da Lousã, nas zonas de Covelos e de Pousafoles, progredindo outra a frente em direção ao município de Vila Nova de Poiares.

Embora o fogo lavre com forte intensidade, o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, disse à agência Lusa, pelas 21:00, que "há esperança que seja dominado nas próximas horas", pois o ventou começou a soprar com menos intensidade, a temperatura do ar está a baixar e "já estão a chegar reforços".

As chamas estavam, pelas 20:30, a ser combatidas por 260 operacionais, apoiados por 71 veículos, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra, adiantando que, nessa altura, estavam "a caminho três grupos de reforços" de Aveiro, de Leiria e de Portalegre.

Cada grupo de reforço é formado por 30 operacionais e dez viaturas.

As povoações de Segade, Vale de Colmeias e Ribeira de Semide, no concelho de Miranda do Corvo foram, ao final da tarde, as mais ameaçadas pelas chamas, que, agora lavram com intensidade no concelho da Lousã, onde não há povoações ameaçadas.

O presidente da Câmara de Miranda do Corvo, Miguel Baptista, disse, pelas 20:00, que ainda não era possível calcular a área ardida, mas referiu que só no seu município "arderam várias centenas de hectares".

Lusa

  • Casas ameaçadas pelas chamas em Miranda do Corvo

    País

    O incêndio que deflagrou este domingo, pelas 16:19, na zona de Semide, concelho de Miranda do Corvo, está a progredir com intensidade e "ameaça algumas casas", disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra.

  • Fogo com várias frentes em Miranda do Corvo
    1:27

    País

    Em Portugal, foram registados, só este domingo, 284 incêndios. Em Miranda do Corvo, um fogo que deflagrou pouco depois das 16:00 acabou por tomar grandes proporções, levando a que a situação causasse dificuldades para moradores e bombeiros no local.

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.