sicnot

Perfil

País

Meios portugueses regressam do fogo da região da Extremadura

Os meios portugueses envolvidos no combate ao fogo na província espanhola da Extremadura, dado hoje como estabilizado, vão regressar a Portugal, para responder a emergências florestais em território nacional, adiantou fonte do governo da Extremadura.

MARCIAL GUILLEN

"Os bombeiros portugueses vão regressar devido a algumas emergências florestais em Portugal", disse hoje à agência Lusa uma fonte oficial do Governo Regional (Junta) da Extremadura.

A entidade extremenha que coordena o combate aos incêndios, o Plano de Luta contra Incêndios Florestais da Extremadura (Plan INFOEX) declarou - hoje de madrugada - como "estabilizado" o incêndio da Serra da Gata, o que permitirá o regresso a suas casas dos desalojados na localidade de Hoyos. Estas pessoas regressarão a suas casas ao longo da manhã.

Como medida de precaução, o comando do INFOEX vai manter o Nível 2 de perigosidade do incêndio, "devido ao risco de reactivação do fogo em algum dos pontos do extenso perímetro do incêndio".

Os efetivos do INFOEX seguirão na zona afetada, apoiados por elementos da Unidade Militar de Emergência (UME) e profissionais da comunidade de Castilla-La Mancha.

Os meios aéreos vão continuar a descarregar água sobre as zonas afetadas.

Entretanto, a Guarda Civil espanhola informou que foram reabertos todos os acesos por estrada às populações afetadas pelo incêndio.

Portugal respondeu no sábado a um pedido de ajuda internacional de Espanha, com o envio de uma força conjunta de 104 operacionais e 32 viaturas.

A força conjunta saiu às 18:00 de hoje da Base de Apoio Logístico (BAL) de Castelo Branco.

O fogo, que deflagrou na quinta-feira na Sierra de Gata, consumiu mais de 6.500 hectares e foi combatido por centenas de bombeiros de várias regiões de Espanha, apoiados por 16 helicópteros e aviões de combate a incêndios.

Cerca de 1.000 habitantes da aldeia de Hoyos foram retirados sábado de manhã das suas casas, juntando-se aos cerca de 1.400 retirados na sexta-feira de outras duas aldeias próximas.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17