sicnot

Perfil

País

GNR deteve suspeito de balear ex-companheira em Santa Maria da Feira

A GNR deteve um homem, de 53 anos, suspeito de ter baleado a ex-companheira hoje de manhã em Nogueira da Regedoura, Santa Maria da Feira, disse à Lusa fonte daquela força de segurança.

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

O caso ocorreu cerca das 09:00, na casa de um casal, onde a vítima faz limpeza doméstica.

Segundo a mesma fonte, o homem terá efetuado três disparos com uma pistola 6.35, dois dos quais atingiram a ex-companheira nas pernas.

A GNR chegou ao local poucos minutos após os disparos terem sido efetuados, tendo detido o suspeito, que não ofereceu resistência.

As autoridades apreenderam ainda a arma que terá sido utilizada no crime.

O caso foi entregue à Polícia Judiciária do Porto e o indivíduo deverá ser presente na terça-feira a Tribunal.

A vítima, que foi transportada para o Hospital da Santa Maria da Feira em estado grave, está "estável e ficará em vigilância pela natureza dos ferimentos", confirmou à Lusa fonte hospitalar.

"Neste momento, a senhora está estável e ficará em vigilância pela natureza dos ferimentos", lê-se numa resposta à Lusa do Hospital de Santa Maria da Feira, que confirmou que a vítima deu entrada no Serviço de Urgência daquela instituição hospitalar.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.