sicnot

Perfil

País

Ministério Público acusa dois médicos de homicídio negligente em Chaves

O Ministério Público (MP) de Chaves acusou dois médicos do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes de homicídio negligente, pela morte de uma criança de 13 anos, informa hoje a página da Procuradoria Distrital do Porto.

De acordo com a Procuradoria, os factos em causa remontam a 20 de agosto de 2010, quando a vítima, então com 13 anos, recorreu aos serviços de urgência do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), em Chaves, levada pelos pais, com queixa de fortes dores de barriga generalizadas e de vómitos frequentes.

A vítima foi atendida, observada e acompanhada por um dos arguidos, médico pediatra no centro hospitalar, que durante o internamento da vítima, e face à evolução clínica desta, solicitou a colaboração do outro arguido, também médico, mas da especialidade de cirurgia.

A vítima veio a morrer dois dias depois, a 22 de agosto de 2010, como consequência, segundo o MP, "de lesões de perfuração do duodeno, derivadas de úlcera duodenal".

O Ministério Público considera que "os arguidos nem valorizaram convenientemente os sintomas que a vítima apresentava e que só por si eram suscetíveis de conduzir à identificação do mal que a afligia, nem aprofundaram os estudos, nomeadamente analíticos e imagiológicos, com vista ao diagnóstico".

Os dois médicos são acusados pelo MP pela prática de "um crime de homicídio negligente" cada.

A acusação já foi deduzida em junho mas só hoje divulgada pela Procuradoria Distrital do Porto.

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa