sicnot

Perfil

País

Ministério Público acusa dois médicos de homicídio negligente em Chaves

O Ministério Público (MP) de Chaves acusou dois médicos do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes de homicídio negligente, pela morte de uma criança de 13 anos, informa hoje a página da Procuradoria Distrital do Porto.

De acordo com a Procuradoria, os factos em causa remontam a 20 de agosto de 2010, quando a vítima, então com 13 anos, recorreu aos serviços de urgência do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), em Chaves, levada pelos pais, com queixa de fortes dores de barriga generalizadas e de vómitos frequentes.

A vítima foi atendida, observada e acompanhada por um dos arguidos, médico pediatra no centro hospitalar, que durante o internamento da vítima, e face à evolução clínica desta, solicitou a colaboração do outro arguido, também médico, mas da especialidade de cirurgia.

A vítima veio a morrer dois dias depois, a 22 de agosto de 2010, como consequência, segundo o MP, "de lesões de perfuração do duodeno, derivadas de úlcera duodenal".

O Ministério Público considera que "os arguidos nem valorizaram convenientemente os sintomas que a vítima apresentava e que só por si eram suscetíveis de conduzir à identificação do mal que a afligia, nem aprofundaram os estudos, nomeadamente analíticos e imagiológicos, com vista ao diagnóstico".

Os dois médicos são acusados pelo MP pela prática de "um crime de homicídio negligente" cada.

A acusação já foi deduzida em junho mas só hoje divulgada pela Procuradoria Distrital do Porto.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.