sicnot

Perfil

País

António Costa pede desculpa pelos episódios com os cartazes do PS

O secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa, pede desculpa, numa entrevista à revista Visão, pelos vários episódios com os cartazes do PS

O líder socialista diz que se tratou de "uma sucessão de equívocos, um caso lamentável". (Arquivo)

O líder socialista diz que se tratou de "uma sucessão de equívocos, um caso lamentável". (Arquivo)

MIGUEL A. LOPES / Lusa

O líder socialista diz que se tratou de "uma sucessão de equívocos, um caso lamentável" e arruma o assunto, sem explicações sobre o que aconteceu, afirmando que "esta campanha oferece temas de debate mais importantes que os cartazes".

Na entrevista à Visão, que será publicada esta quinta-feira, António Costa deixa ainda uma clara preferência por Sampaio da Nóvoa.

O secretário-geral do PS diz que já há um candidato assumido, próximo da família socialista, e que esse candidato, chamado Sampaio da Nóvoa, é uma pessoa por quem tem muita estima. Sobre Maria de Belém, diz entender que um candidato presidencial não tem que ser militante de um partido.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14