sicnot

Perfil

País

Dezoito detidos no Freedom Festival por posse de droga e armas

A GNR deteve 18 pessoas no Freedom Festival, que está a decorrer em Elvas, devido à posse de estupefacientes e armas proibidas, disse à Lusa fonte daquela força policial.

Arquivo SIC

As detenções, que dizem respeito sobretudo a cidadãos estrangeiros, foram realizadas no âmbito de uma operação que está em curso desde as 00:00 do dia 11 de agosto, data em que o festival teve início.

Foram apreendidas duas facas-borboleta e um "spray" de gás pimenta, bem como diversos tipos de droga, como haxixe e anfetaminas.

Os detidos, cinco franceses, quatro espanhóis, um argelino, dois alemães, um holandês e cinco portugueses, têm idades compreendidas entre os 20 e os 35 anos e vão ser hoje presentes ao tribunal de Elvas.

No Freedom Festival, vocacionado para música eletrónica e de trance, são esperados 10 mil visitantes.

De caráter bienal, o festival vai decorrer até domingo na Herdade da Chaminé, a cinco quilómetros de Elvas, no distrito de Portalegre, numa edição, comemorativa do 10.º aniversário, dedicada à temática "luz e vida".

Lusa

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.