sicnot

Perfil

País

GNR fiscaliza uso do cinto de segurança, cadeiras para crianças e telemóvel

A GNR intensifica, hoje, em todo o país, a fiscalização ao uso do cinto de segurança, de cadeirinhas para crianças e do telemóvel durante a condução, indicou a corporação.

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

Para a operação, denominada "Anjo da Guarda", vão estar mobilizados 1.000 militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, para a realização de 470 ações de fiscalização, adianta a GNR, em comunicado.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, estas ações vão privilegiar as vias situadas no interior das localidades e estradas nacionais, regionais e municipais, onde são mais frequentes as infrações, por falta de cinto de segurança e cadeirinhas para crianças e uso do telemóvel.

A GNR registou, desde o início do ano e até ao dia 10 de agosto, 18.697 infrações por uso indevido de telemóvel, durante a condução, 19.880 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança e 1.427 pela falta dos sistemas de retenção para crianças.

Perante estes números, a GNR salienta que vai realizar, este ano, diversas operações de cariz preventivo, com o objetivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infrações, principalmente da incorreta ou não utilização do cinto de segurança e das cadeirinhas para crianças, tendo em conta que estão associadas às principais causas de agravamento das lesões provocadas em caso de acidente.

Lusa

  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Obama encurta pena de delatora do Wikileaks
    1:45
  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.