sicnot

Perfil

País

Gémeos abandonados pela mãe no hospital de Vila Real

Gémeos abandonados pela mãe no hospital de Vila Real

O Ministério Público está a investigar o caso de uma mãe que deixou dois bebés recém-nascidos no hospital de Vila Real sem dar qualquer explicação. Os meninos são gêmeos e estão clinicamente estáveis ao cuidado dos serviços de neonatologia.

O Ministério Público (MP) já iniciou as "diligências adequadas" à proteção dos gémeos recém-nascidos que foram deixados pela mãe no Hospital de Vila Real, informou hoje à agência Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República.

Uma mulher de Chaves deixou no domingo dois meninos no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), um dia depois do nascimento das crianças.

Contactada pela agência Lusa, fonte da Procuradoria Geral da República disse que o MP já tem conhecimento do caso e iniciou na terça-feira as "diligências adequadas à proteção dos menores e à obtenção dos elementos necessários à instauração dos competentes processos no âmbito do Tribunal de Família e Menores e, eventualmente, no âmbito criminal".

O CHTMAD disse que os dois meninos nasceram no sábado e foram imediatamente internadas na Unidade de Neonatologia do Hospital de São Pedro.

A mãe das crianças ausentou-se do serviço de obstetrícia no dia a seguir, no domingo, "sem dar qualquer informação ao CHTMAD sobre o motivo da saída ou intenção de procedimento futuro".

O centro hospitalar referiu que as crianças "estão desde o nascimento entregues ao cuidado do CHTMAD, clinicamente estáveis, e a receber os cuidados médicos adequados à respetiva situação clínica".

De acordo com a fonte, foram "já feitas as devidas comunicações às entidades competentes, estando o CHTMAD a cumprir escrupulosamente as orientações entretanto recebidas", sem, no entanto, especificar quais são essas orientações.

Com Lusa

  • Ministra da Administração Interna tem condições para ficar?
    1:57
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • Os testemunhos emocionados de quem perdeu quase tudo nos fogos
    2:10
  • A primeira moção de censura ao fim de quase dois anos
    1:42

    País

    O CDS-PP avançou com uma moção de censura ao Governo, perante o que chama de falha do Governo na proteção das pessoas. O PSD apoia a iniciativa. António Costa fala num ato natural da democracia. Esta é a primeira moção de censura que o Governo socialista enfrenta ao fim de quase dois anos de mandato.

  • "Agora é tempo de decidir e executar"
    1:27

    País

    O primeiro-ministro reuniu-se esta terça-feira com os autarcas das zonas mais afetadas pelos incêndios e visitou os feridos, que continuam internados no Hospital de Coimbra. António Costa diz que o tempo das respostas começa agora.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.