sicnot

Perfil

País

PJ detém dois presumíveis incendiários no distrito de Coimbra

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de dois homens no distrito de Coimbra por suspeita de fogo posto nos municípios de Penacova e Tábua, que consumiram mais de 120 hectares de floresta.

Nuno Andre Ferreira

Fonte da diretoria do Centro da PJ disse à agência Lusa que os dois suspeitos, de 55 e 47 anos, ambos pedreiros, embora um esteja desempregado, foram detidos na terça-feira ao final de tarde e deverão ser presentes a interrogatório judicial na manhã de quinta-feira.

Segundo a mesma fonte, os dois homens vivem num "quadro de alcoolismo, sendo pessoas com algum desenquadramento social".

O detido mais velho é o presumível autor de um crime de incêndio florestal ocorrido na segunda-feira no concelho de Penacova, em que ardeu uma área superior a 120 hectares de floresta, composta por mato e eucalipto.

O suspeito mais novo foi detido pela presumível autoria de dois focos de incêndio em Tábua, na terça-feira. Num dos casos, as chamas foram apagadas de imediato por populares, mas, no outro, ardeu uma área de cerca de um hectare de floresta.

Lusa

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.