sicnot

Perfil

País

Identificado menor de 13 anos suspeito de atear fogo em Vouzela

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro anunciou hoje ter identificado um jovem, de 13 anos, suspeito de ter ateado um incêndio florestal no passado dia 09 em Vouzela, no distrito de Viseu.

Com a temperatura a baixar a partir do final da tarde, o incêndio foi dominado pouco depois das 21 horas.

Com a temperatura a baixar a partir do final da tarde, o incêndio foi dominado pouco depois das 21 horas.

SIC

Segundo a PJ, o incêndio, que ocorreu na tarde do passado domingo, no lugar de Cercosa, em Campia, concelho de Vouzela, teve início na orla de uma mancha florestal contínua, composta por pinheiros bravos e eucaliptos.

De acordo com os investigadores, o presumível incendiário terá ateado o fogo com recurso a fósforos, através de chama direta na abundante vegetação seca que lá se encontrava.

"Apenas a pronta deteção do início do fogo permitiu um rápido e eficaz combate do mesmo por várias corporações de bombeiros e dois meios aéreos, fazendo com que o mesmo não atingisse proporções de relevo, já que se está em presença de uma mancha florestal de elevada área e densidade", refere o comunicado da PJ.

As autoridades não conseguiram determinar qualquer motivação racional ou explicação plausível para a prática dos factos em investigação.

O suspeito foi identificado com a colaboração do Serviço de Proteção do Ambiente e Natureza da GNR de Viseu e o inquérito foi remetido às autoridades judiciárias na comarca de Viseu.

A idade do presumível autor não permite em relação ao mesmo o prosseguimento do processo-crime, prevendo a lei o processo específico tutelar educativo.

Lusa

  • PJ já constituiu 67 arguidos suspeitos de atearem incêndios
    1:56

    País

    Só este ano já arderam quase 30 mil hectares de floresta. Suspeita-se que a maior parte dos fogos tenha mão criminosa . Desde Janeiro, a Polícia Judiciária já constitui 67 arguidos pelo crime de incêndio florestal, um número três vezes superior ao do ano passado. Ficaram detidas 36 pessoas.

  • Crianças trocadas à nascença não querem mudar de pais

    Mundo

    Tem todos os ingredientes de um argumento de filme, mas aconteceu de facto na Índia. Dois bebés foram trocados à nascença na maternidade, os resultados de ADN confirmaram-no quase três anos depois, mas as crianças, atualmente com 2 anos e 10 meses, não querem mudar de família.

    SIC

  • Agressões e rascismo em escola de Portimão
    3:06

    País

    Queixas de agressões, insultos, discriminação e racismo numa escola básica de Portimão estão a ser alvo de um processo de averiguações, por parte da autarquia e da direção do agrupamento escolar. As denúncias partem de um grupo de pais e foram tornadas públicas pela organização SOS Racismo.  A principal visada é uma funcionária da cantina, mas também uma professora.

  • Os (maus) hábitos do português ao volante
    1:31