sicnot

Perfil

País

Primeiros 15 dias de agosto com 2.680 fogos

Na primeira quinzena de agosto ocorreram 2.680 fogos rurais e no domingo passado foi o dia com mais incêndios (379), de acordo com informação disponível hoje no 'site' da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

NUNO ANDR\303\211 FERREIRA

Destes 2.680 fogos, 1.696 ocorreram durante o dia, entre as 08:00 e as 20:00, e 986 incêndios irromperam à noite, entre as 20:00 e as 08:00.

Os incêndios foram combatidos por 63.179 operacionais, com recurso a 16.271 meios terrestres e à utilização de meios aéreos 1.210 vezes, segundo o 'site' da ANPC.

No domingo, dia 09, foi até hoje o dia do mês com mais incêndios (379), mobilizando 8.150 operacionais, 2.107 meios terrestres e a utilização de meios aéreos por 138 vezes.

Em julho, o primeiro mês da fase mais crítica em incêndios florestais, ocorreram 4.056 fogos, segundo a mesma fonte.

Entre 01 de janeiro e 31 de julho ocorreram 10.695 incêndios, enquanto no mesmo período do ano passado tinham deflagrado 4.165, disse no início deste mês o comandante operacional nacional.

A PJ informou na quarta-feira que as autoridades policiais constituíram desde o início do ano 65 arguidos por suspeitas do crime de incêndio, dos quais 34 ficaram em prisão preventiva.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.