sicnot

Perfil

País

Administração do Hospital de Portimão nega casos de tuberculose e exige desculpas

A administração do Centro Hospitalar do Algarve qualificou hoje como "falsas e caluniosas" as denúncias do Sindicato dos Enfermeiros sobre um alegado surto de tuberculose no Hospital de Portimão e exigiu à estrutura sindical um pedido de desculpas.

Hospital de Faro.

Hospital de Faro.

O Centro Hospitalar do Algarve (CHA) emitiu um comunicado a negar as informações que têm vindo a público sobre a "existência de um surto de tuberculose na unidade de Portimão" e que "associam o risco dos trabalhadores ao encerramento de um quarto de pressão negativa, supostamente existente anteriormente no Serviço de Urgência do mencionado hospital".

"Tal notícia é falsa e caluniosa, tendo origem em reiteradas afirmações que, por ignorância ou má-fé, têm sido proferidas por um responsável local do SEP [Sindicato dos Enfermeiros Portugueses], o enfermeiro Nuno Manjua", garantiu a administração do centro hospitalar, numa referência ao coordenador da estrutura sindical no Algarve.

O CHA assegurou ainda que "não existe nem nunca existiu qualquer quarto de pressão negativa na unidade hospitalar de Portimão" e indicou que "possui três quartos de pressão negativa adequados ao internamento de doentes com patologia respiratória em fase contagiosa, todos na unidade de Faro".

A mesma fonte frisou que no Serviço de Urgência da unidade de Portimão "existia um quarto sem quaisquer condições, sem qualquer mecanismo de pressão negativa", uma vez que "a intenção da anterior administração para transformar" essa área e lhe dar as referidas condições "nunca foi concretizada".

"Por absoluta falta de condições, nomeadamente perigoso afastamento do núcleo central do Serviço de Urgência, nunca ou muito raramente este espaço terá servido para internamento de doentes, funcionando, na prática, como armazém de material clínico. Foi este espaço, inadequado à prática de medicina de qualidade, que a atual administração transformou numa excelente sala de triagem de enfermagem", referiu o CHA.

A administração do Centro Hospitalar, presidida por Pedro Nunes, considerou que "estes factos têm obrigatoriamente de ser do conhecimento do sindicato" e que "a deturpação sistemática e voluntária que o referido responsável sindical tem protagonizado só se pode entender como uma forma eticamente inqualificável de obter resultados políticos através do alarmismo e da mentira".

"Neste contexto, ao tempo em que perentoriamente se desmistificam as informações veiculadas, espera-se da direção do sindicato dos enfermeiros um formal pedido de desculpa", exigiu a administração do CHA.

Na sexta-feira, o ministro da Saúde, Paulo Macedo, já tinha negado a existência de um surto de tuberculose no Hospital de Portimão, sublinhando que apenas foram detetados dois casos em enfermeiros do serviço de urgência daquela unidade hospitalar.

"Há dois casos de tuberculose, um dos quais foi detetado num rastreio que foi feito. O que nos preocupa, obviamente, é que não haja casos adicionais e que estejam a ser devidamente tratados", disse.

Paulo Macedo afirmou ainda, à margem da cerimónia de reinauguração do serviço de cirurgia da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), que "o rastreio foi feito e as pessoas estão a ser tratadas".

Lusa

  • Partidos vão apresentar propostas alternativas à descida da TSU
    2:52

    TSU

    O Presidente da República defende a redução da Taxa Social Única mas deixa a porta aberta a outra via para compensar o aumento do salário mínimo. PCP e Bloco de Esquerda insistem que não pode haver contrapartidas que estimulem os salários baixos mas admitem outras formas de aliviar as empresas. À direita, também o CDS irá apresentar propostas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.