sicnot

Perfil

País

Pelo menos 78 mortos em acidentes de trabalho desde o início do ano

Pelo menos 78 pessoas perderam a vida em acidentes de trabalho, desde o início do ano, segundo os dados da Autoridade para as Condições do Trabalho, divulgados esta terça-feira

Janeiro foi o mês em que houve mais mortes confirmadas, um total de 24. O distrito com maior registo de vitimas mortais era, até à data da última atualização, o de Aveiro, com 12, seguido do Porto, com 11, e Lisboa, com 10. (Arquivo)

Janeiro foi o mês em que houve mais mortes confirmadas, um total de 24. O distrito com maior registo de vitimas mortais era, até à data da última atualização, o de Aveiro, com 12, seguido do Porto, com 11, e Lisboa, com 10. (Arquivo)

Os números mostram ainda que, até 5 de agosto deste ano, contabilizavam-se 203 feridos graves.

Janeiro foi o mês em que houve mais mortes confirmadas, um total de 24. O distrito com maior registo de vitimas mortais era, até à data da última atualização, o de Aveiro, com 12, seguido do Porto, com 11, e Lisboa, com 10.

Ainda esta segunda-feira morreram duas pessoas, depois da queda de uma placa de cimento durante a construção da Unidade de Saúde Familiar de Abrantes.

  • "Estamos a investir na nossa própria desgraça"
    0:37
  • Saída dos EUA do acordo de Paris é "uma vergonha"

    Mundo

    O ex-secretário de Estado norte-americano John Kerry considerou esta terça-feira "uma vergonha" a decisão do Presidente Donald Trump de retirar os Estados Unidos do acordo do clima de Paris, garantindo que o povo não acompanha esse gesto de "autodestruição".

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43