sicnot

Perfil

País

Pescador morre em naufrágio na Figueira da Foz

Em atualização

Um pescador morreu e quatro outros foram resgatados com vida após um naufrágio ao largo da Figueira da Foz. A embarcação de pesca costeira artesanal e naufragou a cerca de 15 quilómetros da costa.

Arquivo

Arquivo

INACIO ROSA/ LUSA

De acordo com o comandante Paulo Vicente, porta-voz da Marinha, os quatro pescadores foram resgatados por uma outra embarcação de pesca, enquanto o que morreu foi encontrado pelo salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos instalado na Figueira da Foz, distrito de Coimbra.

Os quatro pescadores que sobreviveram chegaram às 15:05 ao porto de pesca local e foram assistidos por elementos do INEM.

A vítima mortal já tinha chegado ao Porto de Pesca da Figueira da Foz.

Um naufrágio 13 milhas (21 quilómetros) a sudoeste do Porto da Figueira da Foz provocou hoje um morto. Quatro outros pescadores foram resgatados com vida.

O incidente, de acordo com o comandante do Porto da Figueira da Foz, Paulo Inácio, terá ocorrido às 11:40.

As causas, de acordo com a mesma fonte, ainda são desconhecidas, mas, "aparentemente, o mar não terá sido o causador" do naufrágio da embarcação "Ruben e Bruna", registado nas Caxinas, Vila do Conde, distrito do Porto.

A vítima mortal será o mestre desta embarcação, adiantou a fonte.

No Porto de Pesca, a aguardar os pescadores, estavam quatro ambulâncias e mais duas viaturas do INEM.

Com Lusa

  • Pescador desaparecido na Figueira da Foz
    0:50

    País

    Uma embarcação de pesca virou ao largo da Figueira da Foz. Quatro pescadores foram resgatados, com vida, por outra embarcação. Há ainda um homem desaparecido. O Comandante dos Bombeiros da Figueira da Foz deu alguns detalhes do que aconteceu.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00