sicnot

Perfil

País

Criança de sete anos morre em colisão de automóvel com comboio em Torres Vedras

Criança de sete anos morre em colisão de automóvel com comboio em Torres Vedras

A menina de sete anos que estava no carro que foi colhido por um comboio em Torres Vedras acabou por falecer. A criança morreu a caminho do hospital. O condutor da viatura está a receber apoio psicológico e a mulher a receber tratamento no Hospital de Santa Maria por ferimentos na cabeça, como nos conta o repórter da SIC, Pedro Freitas.


"A criança, de género feminino, foi transportada em manobras de reanimação cardiorrespiratória, mas, infelizmente, sem sucesso, tendo sido confirmado o óbito", refere o Hospital Distrital de Torres Vedras em comunicado.

A menina de sete anos sofreu uma paragem cardiorrespiratória, na sequência de uma colisão entre uma viatura de passageiros e um comboio, na passagem de nível de Dois Portos, na zona de Torres Vedras.

Um outro ferido, um homem de 70 anos, foi também transportado para o hospital de Torres Vedras com um "trauma torácico" e segundo o hospital "encontra-se em observação e clinicamente estável".

Uma mulher de 69 anos foi transportada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, "consciente e orientada com um esfacelamento na cabeça", disse à Lusa fonte do INEM.

O acidente ocorreu pelas 10:20 e no local estiveram oito veículos e 22 operacionais.

A CP -- Comboios de Portugal informou que a linha esteve interrompida durante 55 minutos.

Com Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".