sicnot

Perfil

País

Falta de médicos no Algarve impede marcação de cirurgias, diz Ordem dos Médicos

Falta de médicos no Algarve impede marcação de cirurgias, diz Ordem dos Médicos

A falta de médicos no Algarve, em especial de anestesias, está a atrasar e nalguns casos a impedir a marcação de cirurgias programadas. Em boa parte dos casos só é possível assegurar as urgências. A denúncia é da Ordem dos Médicos que exige uma tomada de posição por parte do Ministério da Saúde e avisa que há clínicos a fazer 48 horas de urgência por semana, uma sobrecarga que está a provocar o esgotamento de muitos profissionais.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37