sicnot

Perfil

País

Julho de 2015 foi terceiro entre os dez mais secos desde 1945

O mês de julho deste ano ocupa o terceiro lugar na lista das dez situações de seca mais gravosas neste mês desde 1945, com 79% do território em seca severa ou extrema, segundo um especialista do IPMA.

Em segundo lugar, está o julho de 2012, com 84% de seca severa ou extrema, a que se junta 15% de seca moderada. (Arquivo)

Em segundo lugar, está o julho de 2012, com 84% de seca severa ou extrema, a que se junta 15% de seca moderada. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

O diretor de Meteorologia e Geofísica do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Pedro Viterbo, analisou para a agência Lusa os valores que revelam os estados mais acentuados de seca no final dos meses de julho dos últimos 70 anos em Portugal continental.

A liderar a lista dos meses de julho mais secos está o de 2005, quando a totalidade do território estava em seca severa ou extrema, os dois níveis mais gravosos.

Em segundo lugar, está o julho de 2012, com 84% de seca severa ou extrema, a que se junta 15% de seca moderada.

Os três meses de julho mais secos situam-se no atual século, mas no lugar seguinte, o quarto, encontra-se o ano mais antigo do grupo, ou seja, 1945, quando a seca severa ou extrema se alargou a 77% do país, segundo os dados do IPMA.

Em 1965, a seca chegou a 71% do território e em 1995 metade de Portugal registava esta situação, enquanto em 1992, esta percentagem ficou nos 39%.

O último lugar da lista é ocupado por julho de 1999, quando a seca só chegou a 5% do país.

A escala utilizada pelo IPMA para medir os níveis seca contempla quatro níveis de intensidade: seca fraca, seca moderada, seca severa e seca extrema.

Esta escala baseia-se num índice que tem em conta dados da quantidade de precipitação, temperatura do ar e capacidade de água disponível no solo.

Em 31 de julho passado, 21% do território estava em situação de seca fraca a moderada e 79% em situação de seca severa a extrema.

Neste mês manteve-se a situação de seca meteorológica em todo o território que se verifica desde março.

Lusa

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 43

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 43 mortos, disse esta quinta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar. Trata-se de um homem que foi encontrado esta quinta-feira.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos da Liga Europa
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC