sicnot

Perfil

País

Organização anti-touradas certa do fim da tauromaquia em Portugal em 2016

A organização anti-touradas ANIMAL manifestou hoje a sua satisfação com a decisão do tribunal de Braga em não autorizar evento em Viana e adianta que em 2016 se assistirá à queda da indústria tauromáquica em Portugal.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

REUTERS

"A ANIMAL garante que 2016 será um ano marcante na queda da indústria tauromáquica em Portugal, tal como 2015 está a ser no resto do mundo", afiança a organização em comunicado onde acrescenta que "o trabalho de lobbying político (nacional e internacional) está a dar frutos um pouco por todos os países em que a atividade tauromáquica ainda existe".

A reação da ANIMAL surge um dia depois de o movimento "Vianenses pela Liberdade" ter anunciado o cancelamento da tourada prevista para hoje em Viana do Castelo, cidade que em 2009 se declarou como "antitouradas".

O grupo de aficionados acabou por cancelar o evento depois de, na sexta-feira, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga (TAFB) ter declarado "totalmente improcedente" a ação para proteção de direitos e garantias movida por um movimento pró-tourada contra o indeferimento da autarquia para a montagem da arena em terrenos privados.

"É com um sentimento de 'justiça feita' que vemos agora esta decisão do TAFB em não autorizar a tourada naquele local. Temos bem presente que as razões não são de caráter moral, mas como sabemos esta é ainda uma atividade legal, portanto, neste caso, a não autorização baseia-se no incumprimento dos regimes da REN, RAN, PDM, entre outros", assinala o vice-presidente da ANIMAL no comunicado.

Desde 2012 que as touradas têm decorrido em Viana do Castelo porque o TAFB tem aceitado as providências cautelares apresentadas pelos movimentos de aficionados, para suspender os indeferimentos municipais.

"A ANIMAL tem agido judicialmente a respeito, mas infelizmente, até este ano, o Tribunal tem sempre decidido a favor da indústria", recorda a organização que em 2008 criou a "Moção Cidade Anti-Touradas" que propôs a várias cidades portuguesas, tendo Viana do Castelo sido a única que assinou a declaração.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.