sicnot

Perfil

País

GNR de Águeda deteve homem por tráfico e cultivo de droga

A GNR de Águeda deteve hoje um homem, de 31 anos, suspeito de tráfico e cultivo de estupefacientes, apreendendo várias plantas de cannabis, anunciou aquela força de segurança.

O suspeito foi detido no âmbito da realização de uma operação de buscas domiciliárias, ordenadas pela autoridade judicial.

A operação permitiu apreender 14 plantas de cannabis, uma das quais já seca, 5,1 gramas de haxixe, 19,2 gramas de folhas de cannabis secas e 196 sementes de cannabis.

Além disso, foram apreendidos dois moinhos, uma balança de precisão, 175 euros em dinheiro, dois telemóveis, três navalhas e diversos utensílios e fertilizantes utilizados no cultivo de cannabis.

O detido foi constituído arguido, sujeito a Termo de Identidade e Residência e notificado para comparecer no Departamento de Investigação e Ação Penal de Aveiro, na próxima terça-feira, para conhecer a decisão judicial.

Lusa

  • Apreensão de armas, canábis e medronho no Algarve
    1:34

    País

    A GNR de Silves desmantelou uma plantação de canábis escondida nas traseiras de uma moradia em São Bartolomeu de Messines. A droga pertencia a um casal alemão que acabou detido, depois da GNR também ter encontrado armas ilegais.

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".