sicnot

Perfil

País

Ilhas das Flores e do Corvo com aviso laranja devido a chuvas e aguaceiros

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje um aviso laranja para o grupo Ocidental do arquipélago dos Açores, composto pelas ilhas de Flores e Corvo, devido a chuvas e aguaceiros.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Dylan Martinez / Reuters

Segundo o IPMA, o aviso laranja naquele grupo vai estar em vigor entre 02:00 e as 15:00 de quinta-feira.

O aviso laranja é emitido quando a situação meteorológica é considerada de risco moderado a elevado, sendo recomendado às pessoas que se mantenham ao corrente da evolução das condições meteorológicas e a seguir orientação da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

Para o grupo Ocidental também foi emitido um aviso amarelo entre as 02:00 e as 15:00 de quinta-feira por causa de previsão de trovoada.

O IPMA também emitiu para o grupo central do arquipélago dos Açores, composto pelas ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial, um aviso amarelo, que vai estar em vigor entre as 12:00 e as 23:59 de quinta-feira devido a aguaceiros e trovoada.

O aviso amarelo representa uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica, devendo as pessoas acompanhar a evolução das condições do tempo.

Para o arquipélago da Madeira, o IPMA emitiu um aviso amarelo devido à persistência de temperaturas máximas elevadas até cerca das 17:00 de sábado.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.