sicnot

Perfil

País

Mais de 400 operacionais combateram 79 fogos até às 17:35 de hoje

Um total de 407 operacionais combateram até às 17:35 de hoje 79 fogos, segundo dados divulgados pela Autoridade Nacional da Proteção Civil.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

Miguel Pereira da Silva

Segundo os mesmos dados, divulgados na página na internet, no combate aos fogos estiveram também envolvidos 102 meios terrestres e 12 meios aéreos.

Das 79 ocorrências, às 17:35 estavam oito em curso.

A Proteção Civil só destaca na sua página ocorrências com mais de três horas desde o seu início e com mais de 15 operacionais.

Às 17:35, o incêndio que mobilizava mais operacionais e meios lavrava na localidade de Talhas, concelho de Macedo de Cavaleiros, distrito de Bragança.

Com início às 10:19, o fogo numa zona de mato mobilizava um total de 72 operacionais, incluindo 64 bombeiros, e 22 meios terrestres. O incêndio, com uma frente ativa, contava com o apoio de um helicóptero pesado e dois aviões pesados.

A Proteção Civil destacava também um incêndio, também numa zona de mato, em Valdigem, no concelho de Lamego, distrito de Viseu.

O incêndio, com uma frente ativa, teve início às 14:34, e mobilizava hoje à tarde um total de 63 operacionais, incluindo 58 bombeiros, 18 meios terrestres e um meio aéreo (helicóptero pesado).

Lusa

  • Solução governativa à esquerda "devolveu tranquilidade à sociedade"
    0:58

    País

    O primeiro-ministro diz que a atual solução de Governo deve continuar tendo vantagens por ser como é. Ao Expresso, António Costa manifestou-se "muito satisfeito" com a solução governativa encontrada e afirmou que esta "não depende de haver ou não maioria" absoluta na próxima legislatura.

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43