sicnot

Perfil

País

Grupo CP agrava prejuízos no primeiro semestre para 118,6 milhões de euros

O grupo CP - Comboios de Portugal agravou os prejuízos no primeiro semestre para 118,6 milhões de euros, face às perdas de 112,3 milhões de euros registadas no mesmo período do ano anterior, informou hoje a empresa.

(SIC/ Arquivo)

No relatório e contas hoje divulgado, a empresa justifica o aumento dos prejuízos com a ausência de indemnizações compensatórias (atribuídas pelo Governo) e o acréscimo de provisões, que ainda assim foi parcialmente compensado pela redução dos encargos com juros suportados pela companhia liderada por Manuel Queiró.

No primeiro semestre, os proveitos com o tráfego - de passageiros e de mercadorias - aumentaram 6% face ao período homólogo para 138,4 milhões de euros, refletindo o aumento do número de passageiros em 2% e da carga transportada pela CP Carga em 11%, empresa entretanto alienada à MSC Rail.

O último semestre da empresa sob a tutela do Estado foi "bastante promissor", lê-se no relatório hoje divulgado, dando conta de um acréscimo de 11% nas toneladas transportadas e de 16% nas receitas, com o crescimento a ser generalizado à maioria dos tráfegos, com destaque para carvão, produtos siderúrgicos e combustíveis.

Neste contexto, os prejuízos da CP Carga caíram para os seis milhões de euros até junho, face aos dez milhões de euros do período homólogo.

O Governo decidiu a 23 de julho vender 100% da CP Carga, empresa detida a 100% pela CP -- Comboios de Portugal que se dedica ao transporte de mercadorias e de bens, à MSC - Operadores Ferroviários.

Já a CP -- Comboios de Portugal agravou os prejuízos, para os 115,5 milhões de euros nos primeiros seis meses, na sequência essencialmente da ausência de indemnizações compensatórias pelo Estado.

A CP chegou ao final de junho com 2.708 colaboradores, menos 47 trabalhadores do que em junho de 2014.

No grupo, destaca-se ainda o comportamento da EMEF - Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, que fechou o primeiro semestre com lucro de 1,5 milhões de euros, quando no semestre homólogo tinha registado prejuízos de 2,7 milhões de euros, refletindo um acréscimo de faturação, tanto na reparação como na manutenção em 30% e 11%, respetivamente.

"Este desempenho económico positivo foi impulsionado pelo acréscimo verificado a nível dos rendimentos operacionais, justificado maioritariamente pelo incremento significativo das prestações de serviços para a CP Carga", adianta o grupo.

Em julho, o Governo decidiu não aceitar a proposta apresentada pela Alstom à compra da EMEF, cancelando a operação de privatização, devido à existência de uma queixa da Bombardier à Comissão Europeia, alegando que a empresa recebeu ajudas estatais de 90 milhões de euros.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Catarina Martins diz que é preciso ouvir os dois secretários de Estado sobre offshores
    1:27

    Economia

    O Bloco de Esquerda diz que participa com empenho em todas as comissões de inquérito, mas insiste que não faz sentido suspender o trabalho da comissão em curso sobre a Caixa Geral de Depósitos. Catarina Martins esteve esta manhã em Estremoz, onde comentou também o caso das transferências para offshores. A coordenadora do Bloco diz que é preciso ouvir os dois Secretários de Estado dos assuntos fiscais para perceber o que se passou.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.