sicnot

Perfil

País

Hotel Turismo da Guarda procura inquilinos

Hotel Turismo da Guarda procura inquilinos

O Ministério das Finanças admite poder arrendar o Hotel Turismo da Guarda, um dos espaços de referência da cidade. As propostas podem ser entregues até dia 22 de setembro. A unidade hoteleira abriu portas da década de 40 e encerrou em 2010.

  • Viver em casa fora de casa
    6:16

    País

    Viver num barco, numa caravana, ou num hotel costuma ser uma opção de férias e não dura mais do que alguns dias ou semanas. Mas há quem viva neste registo durante o ano inteiro e há muitas razões para ter uma casa... fora de casa.

  • Férias de luxo no Algarve
    4:05

    País

    São muitos os que já só pensam nas férias, mas serão poucos os que terão possibilidade de pagar o que de mais luxuoso o Algarve tem para oferecer, por exemplo, uma noite naquela que no ano passado foi considerada a melhor suite da europa.No Hotel Conrad, na Quinta do Lago, a diária custa o equivalente a cinco meses de trabalho da maior parte dos portugueses.

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • André Ventura rejeita acusações de xenofobia
    1:27

    País

    O candidato do PSD à Câmara de Loures diz que tocou num tema que as pessoas queriam discutir. Entrevistado na SIC Notícias, André Ventura insiste que as declarações que fez sobre a comunidade cigana não são xenófobas ou racistas.

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.