sicnot

Perfil

País

Acusado de ter matado ex-companheira em Leiria começa hoje a ser julgado

Um homem que terá matado a ex-companheira em Marrazes, Leiria, em outubro de 2014, começa hoje a ser julgado, acusado dos crimes de homicídio qualificado, violência doméstica, detenção de arma proibida e ameaça na forma agravada.

© Michelle McLoughlin / Reuters

O arguido, de 32 anos, detido preventivamente, incorre na pena máxima, 25 anos de prisão.

Segundo o despacho de acusação, o homem e a vítima tiveram um relacionamento durante o qual, entre outras coisas, aquele lhe disse, por várias vezes, que a mataria, agindo "movido por ciúme e desconfiança da existência" de um relacionamento da companheira com outra pessoa.

No verão de 2014, a vítima, de 51 anos, terminou o relacionamento, "decisão não aceite" pelo arguido, que passou a persegui-la e a esperá-la junto à casa onde aquela residia.

A 19 de outubro, uma semana antes do homicídio, o detido agrediu por duas vezes a ex-companheira, sendo que na segunda ocasião o filho desta "interpôs-se entre aquele e a mãe", tendo o suspeito empunhado uma navalha na direção do jovem que a segurou, acabando por se cortar na mão.

O Ministério Público (MP) acrescenta que, na manhã de 27 de outubro, a vítima acordou o filho, após ter ouvido "barulhos estranhos no 'hall' de acesso à porta de entrada da habitação", tendo, depois de espreitar, lhe parecido ter visto o arguido do lado de fora.

O jovem abriu a porta, mas não viu o arguido, nem ouviu qualquer barulho, mas, quando a vítima saiu do apartamento, aquele esperava-a no interior do prédio, munido de uma arma caçadeira com a qual lhe desferiu um tiro.

O julgamento está previsto começar às 09:30 no Tribunal Judicial de Leiria.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.