sicnot

Perfil

País

Advogados de Sócrates acreditam que todo o processo será arquivado

Advogados de Sócrates acreditam que todo o processo será arquivado

Advogado Pedro Delille considera que todo o processo é patético. Sublinha que, passados nove meses, ninguém em Portugal sabe porque é que Sócrates está preso. Acredita, por isso, que o processo vai acabar por ser arquivado, porque o Ministério Público não tem provas.

  • Advogado de José Sócrates fala numa pesada derrota do Ministério Público
    0:57

    País

    O advogado de José Sócrates diz que a alteração na medida de coação não é uma vitória, porque ainda há um longo caminho a percorrer. Mas diz que representa uma pesada derrota para o Ministério Público. João Araújo sublinha que a saída de Sócrates de Évora para ficar preso em casa significa apenas que a justiça não tem provas, que não há crime e que não poderá sequer haver acusação.

  • José Sócrates passa 1ª noite em casa depois de 288 dias na prisão
    2:04

    País

    A defesa de José Sócrates vai recorrer da decisão do juiz Carlos Alexandre por considerar "excessiva" a alteração da medida de coação aplicada ao antigo primeiro-ministro. Sócartes deixou o estabelecimento prisional de Évora, ontem ao fim do dia, e encontra-se, agora, em prisão domiciliária, sem pulseira eletrónica. O Ministério Público justificou a alteração com a diminuição do perigo de perturbação do inquérito. José Sócrates passou a primeira noite em casa depois de 288 dias na cadeia de Évora.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.