sicnot

Perfil

País

Ministério Público entende que diminuiu o perigo de perturbação do inquérito na "Operação Marquês"

Ministério Público entende que diminuiu o perigo de perturbação do inquérito na "Operação Marquês"

Ao fim de nove meses na prisão, José Sócrates já passou a noite em casa. A medida de coação foi alterada para prisão domiciliária com vigilância policial. O Ministério Público entende que diminuiu o perigo de perturbação do inquérito.

  • João Araújo diz que não há provas contra Sócrates
    1:58

    Operação Marquês

    O advogado de José Sócrates diz que a alteração na medida de coação não é uma vitória, porque ainda há um longo caminho a percorrer, mas considera que já representa uma pesada derrota para o Ministério Público.João Araújo sublinha que a justiça não tem provas, que não há crime e que não poderá sequer haver acusação e fala num processo patético que pode acabar arquivado.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Santana Lopes rejeita responsabilidades nas falhas do SIRESP
    1:21

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Sobre o relatório do SIRESP, António Vitorino diz que há neste momento um passa culpas entre entidades que só vai contribuir para aumentar o receio das populações perante os incêndios. Pedro Santana Lopes, que era primeiro-ministro quando foi assinado o contrato da rede de comunicações, diz que não sente responsabilidades e defende que o importante é perceber o que há de errado com o SIRESP.

  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29