sicnot

Perfil

País

Dos 48 mil candidatos, 42 mil entraram no ensino superior na 1ª fase

Há mais alunos a entrar no ensino superior. Este ano o número de colocados aumentou 11% em relação ao concurso do ano passado.

© Marcelo del Pozo / Reuters

Dos mais de 48 mil candidatos a uma vaga nas universidades e politécnicos públicos, 42 mil conseguiram entrar, mas apenas metade em primeira opção.

Os resultados da primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior foram divulgados hoje pela Direcção-geral do Ensino Superior. Este ano, quase 60% dos cursos não deixaram vagas por preencher.

Ainda assim, há 48 sem qualquer aluno colocado. O curso de medicina na Universidade do Porto foi o que registou a média mais alta no concurso nacional de acesso ao ensino superior, com 18,67 valores. Os cursos de engenharia recuperaram em candidatos e colocações face ao ano passado.

Em 32 cursos, de norte a sul do país, entraram alunos com média inferior a 10 como aconteceu em Bioquímica, na Universidade do Algarve e Enfermagem no Instituto Polécnico de Portalegre.

Para a segunda fase de acesso ao ensino superior, que arranca segunda-feira, sobraram cerca de 8 mil e 700 vagas.

  • Mais de 46 mil candidatos ao Ensino Superior
    2:38

    País

    Termina hoje à meia noite a primeira fase de candidaturas ao Ensino Superior. Mais de 46 mil alunos apresentaram até agora candidaturas a cerca de 50 mil e quinhentas vagas em universidades e institutos politécnicos públicos. O aumento dos candidatos ao Ensino Superior pode chegar aos 15% e a tendência é de crescimento comparativamente a 2008 e 2013.

  • Quais são os cursos que garantem melhor e pior emprego?
    2:29

    País

    Não há médicos nem padres nas filas dos centros de emprego. Em contrapartida, há muitos engenheiros e arquitectos. A partir de segunda-feira, milhares de estudantes escolhem um caminho no ensino superior. E já se sabe quais os cursos que garantem melhor e pior emprego.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.