sicnot

Perfil

País

Casal acusado de matar bebé com água a ferver começa a ser julgado

O Tribunal Central de Lisboa começa hoje a julgar um casal que está acusado de provocar a morte da filha de quatro meses, em agosto de 2014, na zona de Marvila, com queimaduras causadas por água a ferver.

(SIC/ ARQUIVO)

(SIC/ ARQUIVO)

SIC

Os arguidos estão acusados pelo Ministério Público (MP) da coautoria material dos crimes de homicídio qualificado, ofensas à integridade física e violência doméstica.

A bebé "faleceu em consequência de queimaduras, exibindo ainda sinais de lesões traumáticas em diversas partes do corpo. Os elementos apurados levam a crer que os maus tratos viessem a ser infligidos de forma reiterada há já algum tempo", segundo um comunicado da PJ divulgado no dia seguinte à morte da criança.

O pai está preso preventivamente, enquanto a mãe está em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

O MP pediu ainda a aplicação da pena acessória de inibição do poder paternal relativamente a dois outros filhos dos arguidos, também vítimas de maus-tratos, tendo sido instaurados processos relativos às duas crianças na secção especializada de menores de Lisboa.

O início do julgamento está marcado para as 09:30, no Tribunal Central de Lisboa, no Campus da Justiça.

Lusa

  • Pais acusados de matar bebé com água a ferver
    1:31

    País

    Os pais da bebé de 4 meses que morreu em agosto com queimaduras graves provocadas com água a ferver arriscam 25 anos de prisão. Estão acusados de homicídio qualificado, ofensas à integridade física e violência doméstica.

  • Bebé de 4 meses morre queimada com água a ferver
    2:47

    País

    Uma bebé de 4 meses morreu ontem à noite em Lisboa com queimaduras graves provocadas por água a ferver. O INEM ainda tentou reanimar a menina, mas sem sucesso. Existem suspeitas sobre os pais que foram detidos e estão a ser interrogados pela Polícia Judiciária .

  • Pai da bebé que morreu queimada ouvido por juiz
    1:54

    País

    Já está no Tribunal de Instrução Criminal o homem que terá causado a morte a uma bebé de quatro meses. O homem é pai da criança. A menina morreu domingo à noite em Lisboa com queimaduras graves provocadas por água a ferver.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a Secretaria Regional de Solidariedade Social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho. Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.