sicnot

Perfil

País

Uber reage aos protestos dos taxistas

Enquanto os taxistas ocuparam as ruas em Lisboa, a UBER respondeu via internet aos protestos. Publicou vários vídeos com mais de 700 testemunhos de pessoas que utilizam o serviço.

(arquivo)

(arquivo)

MARIO CRUZ; M\303\201RIO CRUZ

A Uber repete que está aberta ao diálogo e ao entendimento com os operadores do setor, nomeadamente com os taxistas. Em comunicado, a empresa diz que respeita as manifestações, mas espera que decorram de forma pacífica.

A Uber garante novamente que trabalha em Portugal de acordo com a lei e que todos os parceiros pagam impostos em cada viagem realizada na plataforma. Hoje, no dia do protesto dos taxistas, a Uber chegou à liderança do top português das aplicações gratuitas da appstore da Apple.

  • ANTRAL promete mais protestos até serem cumpridas decisões dos tribunais
    0:41

    País

    Por hoje terminou o protesto dos taxistas contra o transporte de passageiros pela empresa que utiliza a aplicação Uber. Durante toda a manhã e parte da tarde, centenas de táxis desfilaram pelas ruas de Lisboa, Porto e Faro. O presidente da ANTRAL diz que as manifestações só vão parar quando forem cumpridas as decisões dos tribunais. Caso contrário, a associação que defende os interesses dos taxistas ameaça levar os protestos para as eleições.

  • Mais de 150 táxis protestam contra Uber em Faro

    País

    Mais de centena e meia de taxistas participaram hoje, em Faro, no protesto que a Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) convocou contra o transporte de passageiros por veículos disponibilizados através da plataforma eletrónica Uber.

  • Mais de mil taxistas em protesto
    4:05

    País

    Mais de mil taxistas saíram esta manhã em protesto em Lisboa, Porto e Faro, numa marcha lenta contra a Uber, um sistema que permite chamar um carro particular através de um telemóvel. Os profissionais queixam-se de que a lei não está a ser cumprida e acusam ainda esta plataforma de concorrência desleal. Apesar dos apelos à calma, em Lisboa viveram-se alguns momentos de tensão.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.