sicnot

Perfil

País

PJ detém em Valongo suspeita de amputar dedos a companheiro e o sequestrar

Uma mulher de 50 anos suspeita de ter amputado vários dedos ao seu companheiro e de o ter sequestrado numa residência em Valongo, Porto, durante a madrugada de terça-feira, foi detida pela Polícia Judiciária, informou hoje aquela autoridade.

A detida, de 50 anos de idade, terá desferido "inúmeros golpes na cabeça e membros superiores da vítima" que lhe provocaram "lesões graves e permanentes, inclusivamente com amputação de vários dedos", conta a Polícia Judiciária, acrescentando que os crimes ocorreram por "razões ainda não totalmente apuradas".

A polícia refere que a suspeita, depois de ter cometido as agressões, "terá abandonado a vítima na residência de ambos sem qualquer tipo de assistência", tendo fechado a habitação para que o companheiro não pudesse sair em busca de auxílio.

O companheiro só conseguiu pedir ajuda aos bombeiros pelas 03:30, via telemóvel.

Foi depois encaminhado para o hospital.

A detida ainda vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de adequadas medidas de coação.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.