sicnot

Perfil

País

PJ detém em Valongo suspeita de amputar dedos a companheiro e o sequestrar

Uma mulher de 50 anos suspeita de ter amputado vários dedos ao seu companheiro e de o ter sequestrado numa residência em Valongo, Porto, durante a madrugada de terça-feira, foi detida pela Polícia Judiciária, informou hoje aquela autoridade.

A detida, de 50 anos de idade, terá desferido "inúmeros golpes na cabeça e membros superiores da vítima" que lhe provocaram "lesões graves e permanentes, inclusivamente com amputação de vários dedos", conta a Polícia Judiciária, acrescentando que os crimes ocorreram por "razões ainda não totalmente apuradas".

A polícia refere que a suspeita, depois de ter cometido as agressões, "terá abandonado a vítima na residência de ambos sem qualquer tipo de assistência", tendo fechado a habitação para que o companheiro não pudesse sair em busca de auxílio.

O companheiro só conseguiu pedir ajuda aos bombeiros pelas 03:30, via telemóvel.

Foi depois encaminhado para o hospital.

A detida ainda vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de adequadas medidas de coação.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22