sicnot

Perfil

País

Portugal tem dois mestrados em gestão entre os 80 melhores

As escolas de Economia da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade Católica estão entre as melhores do mundo nos mestrados em gestão no ranking do jornal Financial Times, com a Nova SBE a ocupar o 31.º lugar.

(SIC/ Arquivo)

O mestrado "International Masters in Management" da Nova School of Business and Economics (SBE), desenvolvido de raiz pela instituição, subiu este ano 17 lugares, do 48.º lugar para o 31.º, no ranking elaborado anualmente pelo jornal britânico, e que este ano analisou 80 mestrados em todo o mundo.

Daniel Traça, diretor da Nova SBE, disse à Lusa que os resultados são reflexo da crescente internacionalização da escola e dos seus mestrados.

"Subimos muito o nível de candidaturas. Este ano, pela primeira vez temos mais candidatos estrangeiros do que portugueses", disse, sublinhando que a atratividade internacional tem a ver também com a própria experiência internacional quem estas formações proporcionam.

Muitos dos diplomados são colocados no mercado de trabalho externo, com salários muito acima da média nacional. As candidaturas têm crescido a um ritmo de 40% ao ano, não só de candidatos vindos de licenciaturas da Universidade Nova de Lisboa, mas também de outras instituições, cursos não relacionados com Economia e Gestão, e, sobretudo, muitos estrangeiros.

"Quando tivermos o nosso campus em Carcavelos, no verão de 2017, vamos poder potenciar ainda mais esta estratégia [de crescimento e internacionalização] e obter ainda melhores resultados", referiu Daniel Traça, que adiantou que o concurso para iniciar obras deve ser lançado nos próximos dois meses.

"Os nossos objetivos são ambiciosos. Muito do crescimento do novo campus será alimentado pelo crescimento de alunos nos programas de mestrado", acrescentou.

Também na Católica Lisbon School, que este ano ficou em 59.º lugar, 10 abaixo do resultado alcançado em 2014, a capacidade de crescimento da escola e dos mestrados está dependente da mudança de instalações, admitiu o seu diretor Francisco Veloso.

"Temos que ponderar os próximos passos, porque estamos a desperdiçar a oportunidade de crescimento que existe", disse, referindo que a escola acolhe 300 alunos no 1.º ano dos vários mestrados que oferece, que este ano são, em 70%, estrangeiros.

Alemães, italianos e franceses, por esta ordem, são os que mais procuram as formações da Católica Lisbon School.

"Para os mestrados mais competitivos temos neste momento quatro candidatos para cada vaga", disse o diretor da faculdade, que referiu que o crescimento na procura por parte de alunos internacionais tem crescido entre os 30% e 40% ao ano.

"Vemos estes resultados com satisfação e em ligação com o esforço de excelência da escola", disse, destacando o elevado nível de empregabilidade dos diplomados pela escola, que chegam ao mercado de trabalho em três meses após a conclusão da sua formação.

O mestrado internacional CEMS e que pode ser frequentado na Nova SBE, subiu este ano um lugar na classificação do Financial Times, do 5.º para o 4.º lugar mundial.

Já a Católica Lisbon School destaca que os seus alunos têm à disposição três mestrados internacionais classificados entre os dez melhores do mundo: ESCP Europe em França; WHU Beisheim na Alemanha; e Università Bocconi em Itália.

O pódio do ranking do Financial Times não sofreu alterações em relação ao ano anterior: os mestrados da University of St. Gellen na Suíça (1.º lugar); da HEC Paris, em França (2.º lugar); e da Essec Business School em França (3.º lugar) mantém as posições na liderança da tabela.

Lusa

  • Ranking Financial Times
    4:23

    Edição da Manhã

    Portugal tem dois mestrados em gestão que estão entre os 80 melhores do mundo, de acordo com o ranking do diário britânico Financial Times. Daniel Traça, director da Nova School of Business and Economics, esteve na Edição da Manhã.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.